Jornada Mundial da Juventude 2016 -JMJ Cracóvia

Destaques


Artigos


Notícias


Vídeos

Jornada Mundial da Juventude - 2016
25/07/2016 - 16:00

JMJ 2016 em Fotos
 

Jornada Mundial da Juventude 2016 - JMJ Cracóvia

 

História
 

A criação da Jornada Mundial da Juventude foi outro exemplo da preocupação de João Paulo II em relação aos jovens, expressada desde os primeiros momentos de seu pontificado. Assim como durante o início de seu pontificado, ele disse aos jovens: "Vocês são o futuro do mundo, vós sois a esperança da Igreja, vocês são a minha esperança”. Quando, em 13 de março de 1983, ele abriu o Centro de Jovens de San Lorenzo, no Vaticano, e duas semanas mais tarde, inaugurou o Extraordinário Ano Santo do Jubileu da Redenção, ele aceitou dos jovens do Centro a cruz de madeira que se tornou um símbolo do Ano Santo. No final das celebrações do Domingo de Ramos, 22 de abril de 1984, ele pediu aos jovens para carregar esta cruz por todo o mundo como um sinal da redenção e do testemunho de sua fé. A juventude assumiu este pedido. Além disso, ela respondeu ao convite do Papa, que os chamou a Roma, em 1985, para um encontro, por ocasião do Ano Internacional da Juventude, instituído pela Organização das Nações Unidas. Entre outros fatores, estes eventos inspiraram o Santo Padre a se envolver em encontros regulares com os jovens. Ele explicou a sua importância para os funcionários da Cúria Romana durante a véspera de Natal: “Todos os jovens devem sentir o cuidado que a Igreja tem para com eles. Portanto, toda a Igreja, em união com o sucessor de Pedro, deve ser cada vez mais engajada em um nível global aos cuidados com a juventude, em resposta às suas ansiedades e preocupações e as suas receptividade e esperanças. Temos de tentar corresponder às suas expectativas, e nós devemos comunicar a certeza de que é Cristo, a Verdade que é Cristo, e o amor que é Cristo. E nesta preocupação privilegiada, que a Igreja dirige em direção a eles, os jovens precisam encontrar uma prova de que eles importam muito, porque eles valem muito a pena. A sua vida é valiosa para a Igreja”.

“Bem-aventurados os misericordiosos, porque eles alcançarão misericórdia”

Mateus 5:7

 

O lema da XXXI Jornada Mundial da Juventude Cracóvia 2016 é: “Bem-aventurados os misericordiosos, porque eles alcançarão misericórdia” (Mt 5:7). Para sublinhar a importância das Bem-aventuranças, que são o coração do ensinamento de Jesus Cristo, o Santo Padre Francisco escolheu a quinta, a que Jesus anunciou no seu Sermão à beira do Mar de Galiléia. No seu primeiro Sermão, Jesus deixa para nós oito indicações das atitudes que nos aproximam do Reino dos Céus.

A escolha de Cracóvia como lugar de celebração do próximo encontro dos jovens, junto com o lema desse encontro, conduzem-nos à centelha da Misericórdia que, desde que Jesus Misericordioso revelou-se à Santa Irmã Faustina, irradia-se a toda a Igreja desde Łagiewniki, um dos bairros de Cracóvia. Cracóvia é conhecida no mundo como o centro da devoção à Divina Misericórdia. Os jovens peregrinos que virão à Polônia vão ter a vontade de visitar o lugar das revelações, a tumba de Santa Faustina Kowalska e o santuário, lugar no qual João Paulo II confiou o mundo à Divina Misericórdia.

Vale a pena notar que na essência da quinta bem-aventurança resumem-se também os dois primeiros anos do pontificado do Papa Francisco, durante os que ele tem-se esforçado muito por mostrar à Igreja o amor de Deus ao homem e a necessidade de que nós sejamos misericordiosos com outros.

 

Imagens pequena