Metropolitana Nossa Senhora Assunção e São Paulo - Sé

A A
Assunção da Virgem Maria
PADROEIRO
15 de Agosto
PADROEIRO
29 de Junho

Data da fundação

25/01/1954

Setor

Catedral

Endereço

 Praça da Sé , s/nº , Centro

Contato

 (11) 3107-6832
 (11) 3106-2709
 (11) 3107-7244
 Atendimento da secretaria
De segunda a sexta-feira
08
00
18
00
Sábado
08
00
12
00
Sábado
13
00
17
00
Domingo
08
00
13
00
Domingo
14
00
17
00
Breve história 

O gótico surgiu na França no século XII colocando fim a escuridão da época medieval.

A igreja surge como símbolo de emancipação do povo do poderio feudal. Além do papel religioso, passa também a centralizar todas as atividades comunitárias.

É o fim das pinturas e esculturas tenebrosas que retratam o pânico do Apocalipse pregado pela era medieval. As igrejas surgem então imponentes e iluminadas, induzindo os fiéis a olharem para o alto. Lembram a grandiosidade de Deus, com suas altas torres, que se erguem como que para alcançá-lo e suas grandes janelas com vitrais que deixam a luz entrar em múltiplas cores representando a presença divina.

A arquitetura das igrejas surge embasada em um forte simbolismo teológico que identifica as paredes como base espiritual da Igreja, os pilares como representações de santos e os arcos como sendo caminhos para Deus.

Há críticas quanto a pureza do estilo, prejudicada, dizem, pela inserção da cúpula que lhe confere o título de eclética.
 

CONSTRUÇÃO

No ano de 1588, os moradores da pequena vila de São Paulo do Campo disputavam com os jesuítas a permissão do poder real para construir uma Igreja Matriz.

A permissão só veio em 1591 e a construção iniciou-se em 1598 e foi finalizada em 1612.

Com a transformação de vila em cidade em 1740, a Capitania de São Paulo tornou-se a sede Episcopal e com isso a matriz teve o seu verdadeiro valor. Contudo a Igreja estava bastante destruída pela passagem do tempo e foi demolida para o início da construção do templo que temos atualmente.

A catedral gótica projetada pelo professor da Escola Politécnica, Maximilian Hehl tem 111m de comprimento, 46m de largura e 65m de altura (exceto as torres). Foi construída para ser o espelho da fartura de nossos recursos materiais e uma escola de arte.

O início de sua construção se deu em 1912 pelo então Arcebispo Dom Duarte Leopoldo e Silva. Foi inaugurada em 1954 porDom Carlos Carmelo de Vasconcellos Motta no aniversário do 4º centenário da cidade. O atraso foi conseqüência da falta de dinheiro e da ocorrência de duas Grandes Guerras que atrapalharam as importações dos materiais de construção.

A Catedral sonhada pelo Arcebispo D. Duarte Leopoldo e Silva é hoje o que um dia ele mesmo desejou: “uma escola de arte e um estímulo a pensamentos mais nobres e elevados (…) uma Catedral opulenta que, testemunhando a fartura dos nossos recursos materiais, seja também um hino de ação de graças a Deus Nosso Senhor…”
 

RESTAURAÇÃO

Fechada durante três anos (1999-2002), a Catedral foi restaurada.

Do projeto original, os torreões, indispensáveis para a definição do estilo gótico da Catedral, não foram executados.

Nas suas bases, aberturas de acesso deixavam que águas de chuva penetrassem em sua estrutura , acelerando o seu processo de deterioração.

Nesses anos todos foram executados os trabalhos de restauro das estruturas: trincas, descupinização, sistema de águas, limpeza, restauração dos vitrais, elementos artísticos, mobiliário e portas, novas instalações elétricas, prevenção de combate a incêndio, luminotecnia e som, recuperação da escadaria e construção de novos banheiros, reservatórios, elevador para deficientes físicos e finalmente os quatorze torreões.

[Vitral - Catedral da Sé] Ao entrarmos na Catedral, logo acima da porta nos deparamos com três elementos responsáveis pelo crescimento econômico do país esculpidos em pedra: cacau, trigo e uva.

Espalhados pelo interior e exterior da Catedral encontram-se animais de nossa fauna como sapo-boi, tatu, tucano, lagarto e a garça que parecem de longe vigiar tudo o que acontece ao seu redor; além da nossa rica flora entalhada em todos os capitéis e outras figuras da história evangelizadora de Jesus, como: os profetas e apóstolos.

Batistério

Ao lado, logo na entrada da Catedral localiza-se a Pia Batismal rebaixada para lembrar o batismo de imersão da primitiva Igreja, onde a Pia Batismal é confeccionada com mármore de Siena.

Mosaicos

Do lado esquerdo temos o altar de Sant’Ana. Do lado direito, o altar de São Paulo, Patrono da Arquidiocese. Ambos executados por grandes artistas italianos.

Altar-mor

No altar-mor encontramos as pedras de sua execução nas cores da bandeira brasileira, o pálio, os púlpitos, a Mesa da Comunhão e todo simbolismo de suas imagens sacras.

Presbitério

É onde está localizada a Cátedra Arquiepiscopal, o Altar “Versus Populum” e o Ambão da Palavra que foram idealizados pelo artista plásticoClaudio Pastro e também as Estalas para os Cônegos que integram o Cabido Metropolitano. [Altar]

Vitrais

Não se pode entrar na Catedral sem notar o brilho e o encantamento provocados pelos vitrais.

Podemos encontrar vitrais nacionais executados pela Casa Conrado e europeus feitos por grandes artistas comoQuentim, Avenali, Fontana e Max Ingrand.

Capela do Santíssimo Sacramento

Na lateral esquerda da Catedral localiza-se a Capela do Santíssimo Sacramento, onde imensos anjos observam a entrada dos fiéis. Lado a lado estão os Santos Doutores da Eucaristia, acima das bodas de Caná e da cena de Emaús.

Sinos

O carrilhão de sinos, localizado nas torres da Catedral, é um dos maiores do Brasil, com 61 sinos sendo 35 acionados eletronicamente.

Órgão

Essa imensa obra de arte confeccionada na Itália é considerado o maior órgão da América do Sul, com cinco teclados manuais e cerca de 12 mil tubos com entalhes a mão, seguindo o estilo gótico.

Cripta

A cripta, inaugurada em 1919, contém 30 câmaras mortuárias destinadas a guardar os sarcófagos dos bispos e arcebispos, além de guardar os restos mortais do cacique Tibiriçá, o primeiro cidadão de Piratininga, e do padre Feijó, Regente do Império.

Paróquia a qual faz parte 
Mosteiros, Igrejas Históricas, Oratórios da Região Sé
Lugar - VF - Categoria e Nome 
Catedral Metropolitana Nossa Senhora Assunção e São Paulo - Sé

Missas

De segunda a sexta-feira
12
00
De segunda a sexta-feira
17
00
Segunda-feira
09
00
Sexta-feira
09
00
Sábado
12
00
Domingo
09
00
Domingo
11
00
Domingo
17
00

Sacramentos

Batizados

Curso: Deverá ser feito nas respectivas Paróquias.

Celebração: Ocorre um sábado por mês às 10h, exceto janeiro e julho.

Crisma

Entre em contato com a Catedral para mais informações.

Curso para noivos

Curso: Deverá ser feito nas respectivas Paróquias.

Cerimônia: Consultar a agenda da Catedral.

Primeira eucaristia

Entre em contato com a Catedral para mais informações.

Confissões

De segunda a sexta-feira
09:00
11:00
De segunda a sexta-feira
14:30
16:30