Sant'Ana (Santana)

A A
PADROEIRO
26 de Julho

Data da fundação

12/06/1895
Vigário paroquial
Padre Antônio Simões Dias
Uso de Ordem
Padre Salvador Ruiz Armas
Assistente Pastoral
Diácono Permanente Nilo José de Carvalho Neto
Assistente Pastoral
Diácono Permanente Moisés da Silva

Setor

Santana

Endereço

 Rua Voluntários da Pátria , 2060 , Santana

Contato

 (11) 2281-9085
 (11) 2979-5558
 (11) 2971-1619
 Atendimento da secretaria
De segunda a sexta-feira
08
00
19
00
Sábado
08
00
12
00
Breve história 

Nascida de um desmembramento da Paróquia de Santa Efigênia, a Igreja de Sant'Ana, teve seu Decreto de fundação assinado em 12 de julho de 1895 por Dom Joaquim Arcoverde de Albuquerque Cavalcante.

 O Decreto foi lido na Paróquia de Santa Efigênia no dia 21 de julho.

No Domingo, dia 26, foi comemorado o dia da Festa de Sant'Ana na Capela de Santa Cruz do Colégio das Irmãs de São José, no alto de Santana. Aquela Capela serviu de Matriz provisória.

 O território abrangido pela nova Paróquia era imenso, compreendendo toda a atual região norte da cidade, a partir do Rio Tietê até Guarulhos. Os primeiros párocos até ser assumida pelos missionários de Nossa Senhora da Salete foram, o cônego Antonio Augusto Lessa, os Padres Cândido Correa, Roberto Landeli, Brás Joaquim Mercadante e Paulo Palermo. Em 1904 os missionários saletinos assumiram a Paró quia, e os Padres foram Pe. Clemente Henrique Moussier, Pe. Peão Perroche, Pe. Fidelis Willi, Pe. Agostinho Poncet, Pe. Simão Baccelli, Pe. André Duguet, Pe. Francisco Amos Connor, Pe. Santo Granzotto, Pe.

Clorário Caimi, Pe. Guido Gaiato, Pe. Afonso Nilton Gasparetto, Pe.

Aldacir J. Camilo, Pe. Nadir Sergio Granzotto, Pe. Victor Santana Milagres Fernandes, Pe. Tommaso Leporale, Pe. João Luiz Miqueletti e atualmente Padre Maurício Vieira de Souza.

 Em 1896 foi lançada a pedra fundamental do atual templo, mas somente em 1906 foi iniciada a construção pelo sétimo vigário, Pe. Clemente Moussier. Em 1914 as obras foram interrompidas por causa da crise econômica, fruto da Primeira Guerra Mundial sendo retomadas seis anos depois pelo Pe. Fidelis Willi, o décimo vigário da Paróquia. Nos anos seguintes, sob o comando do Pe. André Duguet e o Pe. Francisco Amos Connor, foram construídas as torres e feito o acabamento interno e a modificação do altar-mor, sendo desenvolvido também o serviço do CEPHAS, Centro de Promoção Humana eAssistência Social da Paróquia Sant’Ana. O Pe. Francisco Amos Connor, falecido em 27 de dezembro de 1974, esteve como vigário desta paróquia durante 20 anos, atuou como médico psiquiátrico, dando apoio e orientação principalmente aos jovens. Como homenagem à sua memória o jornalista Dr. Ary Silva, do Jornal "A Gazeta da Zona Norte", então deputado, conseguiu que o prefeito aprovasse a indicação, dando a uma rua do Tremembé o seu nome, o que aconteceu também com outros padres da Matriz de Sant'Ana como Pe.Charton, Pe. Fidelis Willy, Pe. André Duguet, Pe. Clemente Moussier, Pe. Leão Peruche.

 A história de Sant'Ana se confunde com a história do bairro, e de toda a Região Episcopal Santana. Sant'Ana foi patrona e protetora da cidade e Arquidiocese de São Paulo, conforme documento do Papa Pio VI, de 31 de maio de 1782, que está no Museu de Arte Sacra Convento da Luz, Av.

Tiradentes, 676, do qual a Cúria Regional de Santana possui uma cópia do original, elegendo Sant'Ana como protetora e patrona da Cidade e da Dio cese de São Paulo até o ano de 2008, quando por ocasião do Ano Paulino, o Papa Bento XVI declarou São Paulo padroeiro da Arquidiocese. Junto a cópia estão também duas transcrições, uma no original Latino e outra tradução em Português.

 Um detalhe importante e que poucos se recordam é que foi o escultor Artur Pederzoli, falecido em 18 de março de 1961, aos 76 anos, quem esculpiu a imagem de Sant'Ana, do altar-mor, a imagem do Senhor dos Passos e a Via Sacra. Ele nasceu em Módena, Italia. Entre suas obras no exterior destaca-se a estátua de Jesus Crucificado, que está no Vaticano. Na Faculdade do Largo de S. Francisco está a estátua do Pensador. O escultor Artur P ederzoli tem muitas obras espalhadas pelo Brasil e pela Europa.

Paróquia a qual faz parte 
Paróquia de Sant'Ana
Lugar - VF - Categoria e Nome 
Matriz Paroquial Sant'Ana (Santana)

Missas

De segunda a sexta-feira
07
00
De segunda a sexta-feira
12
00
De segunda a sexta-feira
17
30
Sábado
07
00
Sábado
12
00
Sábado
16
30
Domingo
08
00
Domingo
10
30
Domingo
17
00
Domingo
19
00

Sacramentos

Batizados

Por conta deste e de muitos outros aspectos de máxima importância para a vida cristã da criança, a Pastoral do Batismo de nossa Paróquia mensalmente faz um plantão para poder atender os pais e marcar a data da Preparação (Curso), assim como, a data do Batismo. Para agilizar este atendimento pedimos que os pais providenciem os seguintes documentos para que na data do Plantão, a equipe possa fazer a inscrição completa da criança que será batizada:

DOCUMENTAÇÃO NECESSÁRIA PARA REALIZAÇÃO

DO BATISMO EM NOSSA PARÓQUIA:

 

- Cópia da Certidão de Nascimento da CRIANÇA (até 6 anos e 11 meses);

- Cópia do Comprovante de Residência dos pais;

- Cópia da Certidão de Casamento da Igreja de Pais e Padrinhos;

- Se solteiros, Cópia da Certidão de Batismo de Pais e Padrinhos;

- Cópia do R.G. de pais e padrinhos.

 

Observações:

 

1. A criança que por ventura tiver completado 7 (sete) anos, conforme o que nos orienta o Diretório dos Sacramentos da Arquidiocese, será encaminhada para a Catequese de 1ª. Eucaristia.

 

2. Caso pais e padrinhos já tenham feito o Curso de Preparação a menos de 01 ano, favor trazer a cópia do Comprovante do Curso.

 

3. Somente com a apresentação de todos os documentos acima, é que a inscrição do Batismo da criança será confirmada.

 

4.  A colaboração para o Batismo e Curso deverá ser feita no ato da Inscrição. O valor da colaboração será informado na secretaria paroquial. 

     

 

DOCUMENTAÇÃO NECESSÁRIA PARA REALIZAÇÃO DO CURSO EM NOSSA PARÓQUIA E REALIZAÇÃO DE BATISMO EM OUTRA PARÓQUIA:

 

- Cópia do R.G. de quem vai fazer o curso;

- Cópia do Comprovante de Residência;

- Cópia da Certidão de Casamento da Igreja;

- Se solteiro, cópia da Certidão de Batismo. 
 

 

Observações:

 

1. Somente com a apresentação de todos os documentos acima, é que a Inscrição para o Curso será confirmada.

 

2. A Colaboração para o Curso deverá ser feita no ato da Inscrição. O valor da colaboração será informado na secretaria paroquial.  

 

Local do Curso: Salão da Rua Gabriel Piza, 122 (das 13h00 às 18h00).

 

PROGRAMAÇÃO PARA O ANO 2014:

 

Mês

Plantão de Inscrições

(18h30 às 20h)

Curso

Batismo

Fevereiro

18

22

23

Março

25

29

30

Abril

22

26

27

Maio

27

31

01/06

Junho

-

-

-

Julho

15

19

20

Agosto

26

30

31

Setembro

23

27

28

Outubro

21

25

26

Novembro

25

29

30

Dezembro

16

20

25

 

 

Outras dúvidas: batismo.santana@bol.com.br

 

Crisma

O Crisma ou a Confirmação é um sacramento da Igreja Católica no qual o fiel recebe, através da ação do bispo, uma unção com o óleo do Crisma e os sete dons do Espírito Santo.

 

Para receber o crisma a pessoa necessita cursar, durante um ano, a Catequese de Crisma. Necessita também de um padrinho ou uma madrinha, que é a pessoa que deve orientar o crismado na fé e servir de modelo de vida cristã para o mesmo.

 

O Crisma é a Confirmação do Batismo. É também chamado de sacramento da maturidade cristã, pois é ministrado naquela pessoa que quer realmente assumir o seu amor por Jesus Cristo e pela sua obra. Nos confere força, através dos dons que recebemos, para lutarmos por Jesus Cristo e seu Evangelho.

 

COORDENADORES: COMUNIDADE CANTO DE MARIA

 

Curso para noivos

ANTECEDÊNCIA MÍNIMA DE NOVENTA (90) DIAS PARA MARCAR 

CASAMENTO E ENTREGAR OS SEGUINTES DOCUMENTOS:

 

- Certidão de Batismo atualizada para fins matrimoniais. (A certidão tem validade de seis meses)

- Cópia do RG e do CPF dos noivos

- Cópia do comprovante de residência dos noivos (somente serão aceitos comprovantes dos titulares e não de terceiros, Ex.: parentes, amigos, etc)

- Comprovante do Curso de noivos (a preparação deve ser feita com antecedência)

- Se os noivos não residem na Paróquia, devem encaminhar a documentação acima relacionada à   

  Paróquia mais próxima do endereço de residência de um dos noivos para providenciar a Transferência.

Obs.: A documentação deverá ser entregue Somente pelo Noivo ou pela Noiva

  

1- Valores vigentes para cerimônia religiosa, taxa de transferência e cerimônia de Bodas (ouro,prata, etc..)informações na secretaria paroquial.

 

2- Não é permitido jogar pétalas de flores na passadeira central e no presbitério, antes, durante e depois da cerimônia.

 

3- Os noivos que realizarem a festa no salão da Igreja receberão os cumprimentos no próprio salão. Os que não realizarem a festa no salão da Igreja, se desejarem, receberão os cumprimentos do lado de fora da Igreja, no estacionamento.

 

4- São permitidos 07 (sete) casais de padrinhos no máximo para cada noivo.

 

5- Trata-se de uma cerimônia religiosa e, por isso, solicitamos o respeito e a colaboração dos padrinhos no presbitério, antes, durante e após a cerimônia.

 

6- Número de músicas permitido: 06 (seis): Cortejo (entrada do noivo e padrinhos), entrada da noiva, entrada de alianças, bênção das alianças, cumprimentos e saída.

 

7- HORÁRIO: Noivos, familiares e padrinhos deverão cumprir religiosamente o horário marcado para o casamento.

 

7.1- Os horários das cerimônias são os seguintes: 18h30, 19h30 e 20h30. Cada casamento terá direito a 55 minutos, para que a cerimônia seguinte não seja prejudicada por causa do horário. Assim sendo, o casamento que for realizado às 18h30 deverá terminar exatamente às 19h25 e assim sucessivamente.

 

7.2- Caso ocorra atraso, serão descontados os minutos do mesmo e se necessário serão cortadas músicas, entradas de alianças ou cumprimentos no altar.

 

7.3- O noivo deverá chegar 20 minutos antes do horário e se dirigir à Sacristia.

 

8- ESTACIONAMENTO: O valor do estacionamento de cada carro é de R$10,00 e deverá ser pago ao manobrista da paróquia assim que o carro for estacionado, antes da cerimônia do casamento.

 

8.1- Os veículos dos fotógrafos, músicos e floricultura, caso estejam estacionados no pátio da Igreja no momento do casamento, também deverão pagar a taxa de R$ 10,00 ao manobrista do estacionamento, antes da cerimônia.

 

9- MÚSICA: Os músicos deverão usar as tomadas que lhes forem  indicadas e se postar apenas do lado esquerdo da Igreja. Deverão trazer toda a aparelhagem. A Igreja não cederá nenhum aparelho ou caixa de som. A taxa de colaboração para a Igreja é de R$ 150,00. O acerto deverá ser feito na secretaria, pelos próprios músicos, com 15 dias de antecedência do evento. Caso o acerto não seja feito na data estipulada o profissional será impedido de exercer suas atividades no evento programado.

 

9.1- Caso os noivos não queiram participação de grupos musicais e sim a colocação de CD, será colocado CD indicado pela Igreja, com músicas especiais para casamentos. O valor para colocação de CD (informações na secretaria paroquial) por casamento. Esse valor deverá ser pago à paróquia juntamente com o pagamento da taxa do casamento.

 

10- DECORAÇÃO: A floricultura encarregada da ornamentação deverá fazê-la no horário das 13h00 às 15h30 impreterivelmente.

 

10.1- Não é permitido colar fita adesiva no chão.

 

10.2- Não é permitido retirar ou remover colunas que estejam no presbitério.

 

10.3- A taxa de colaboração para a Igreja é de R$150,00. O acerto deverá ser feito na secretaria, pelas próprias floriculturas, com 15 dias de antecedência do evento. Caso o acerto não seja feito na data estipulada o profissional será impedido de exercer suas atividades no evento programado.

 

10.4- Se os noivos desejarem usar a passadeira (vermelha) da Igreja o valor do aluguel é (informações na secretaria paroquial).

 

10.5- Se houver mais de um casamento marcado para o mesmo dia o valor da decoração será dividido entre os casais do dia.

 

11- FOTOGRAFIAS: os fotógrafos deverão usar as tomadas que forem indicadas pela Igreja.

 

11.1- Favor manter ordem e respeito durante a cerimônia.

 

11.2- A taxa de colaboração para a Igreja é de R$150,00 por evento realizado. O acerto deverá ser feito na secretaria, pelos próprios fotógrafos, com 15 dias de antecedência do evento. Caso o acerto não seja feito na data estipulada o profissional será impedido de exercer suas atividades no evento programado.

 

12 - BUFÊS E DOCEIRAS: Os noivos poderão alugar o salão paroquial usando ou não Bufê, usando ou não a cozinha da paróquia. ( valor do uso da cozinha informações na secretaria paroquial)

 

12.1 - A taxa de colaboração para a Igreja é de R$ 150,00. O acerto deverá ser feito na secretaria, pelos próprios  Bufês, com 15 dias de antecedência do evento. Caso o acerto não seja feito na data estipulada o profissional será impedido de exercer suas atividades no evento programado.

 

13- Os profissionais contratados deverão ser informados sobre nossas normas principalmente sobre a taxa de colaboração.

 

NOTA: Os noivos declaram estar cientes de que a Paróquia Sant’Ana, não tem responsabilidade de qualquer natureza em relação às pessoas e empresas por ela indicadas, seja ela civil, penal, tributária, trabalhista, financeira e outras.

 

REGULAMENTO DO ALUGUEL DO SALÃO PAROQUIAL

 

 01- Os valores do aluguel do salão paroquial com ou sem a utilização da cozinha deverão ser obtidos na secretaria paroquial.

 

02- O uso do salão será permitido pelo período de 04 (quatro) horas para apenas uma festa por dia. Será dada preferência para o casal das 18h30.

 

03 - Se o período de 04 horas for ultrapassado será cobrada multa de 50% do valor do aluguel.

 

04- No ato do aluguel do salão, os noivos deverão deixar um cheque caução, com o valor da multa, que só será descontado pela paróquia caso ocorra desrespeito ao item 02 deste livreto. Caso tudo esteja de acordo com o item 02, o cheque será devolvido aos noivos, na 2ª. feira após o casamento.

 

05- Itens contidos no salão paroquial:

 

 50 mesas de metal.

 200 cadeiras.

 04 latões plásticos de lixo, com sacos de lixo.

 

 O salão não contém aparelhagem de som e nem iluminação especial.

 

06- Itens contidos nos banheiros masculino e feminino do salão paroquial:

 

Cada banheiro tem 02 vasos sanitários e o banheiro masculino tem, também, mictório.

 04 rolos da papel higiênico em cada banheiro.

 03 cestos de lixo com saco de lixo em cada banheiro.

 01 papeleiro, com papel, para enxugar as mãos em cada banheiro.

 01 suporte com sabão líquido em cada banheiro.

 

07- Itens contidos na cozinha:

 

02 geladeiras industriais.

01 fogão industrial com 06 bocas.

03 pias.

02 frezzers.

01 forno elétrico.

 

As panelas e utensílios de cozinha pertencentes à paróquiaNÃO PODERÃO SER UTILIZADOS Solicitamos que o salão e a cozinha sejam deixados em ordem e que o lixo seja colocado nos latões.

 

 08- O pagamento do aluguel do salão deverá ser efetuado, na secretaria paroquial até 10 dias antes do evento.

Primeira eucaristia

Primeira Comunhão é uma celebração religiosa de algumas denominações cristãs, nomeadamente da Igreja Católica Romana, em que os cristãos  recebem pela primeira vez o Corpo e Sangue de Cristo sob a forma de pão e vinho. Esta celebração também se chama  "Primeira Eucaristia" visto que os participantes recebem pela primeira vez o Sacramento da Eucaristia. Após esta cerimônia, eles passam a receber a Eucaristia, uma das celebrações centrais da Igreja Católica, em todas as Celebrações Eucarísticas.

 

Normalmente, antes de os cristãos receberem a Primeira Comunhão, eles têm que saber e compreender alguns princípios e conhecimentos fundamentais da Igreja, entre os quais estão os 10 Mandamentos, também os mandamentos da Santa Madre Igreja, as principais orações e os 7 sacramentos. Para se realizar este rito religioso é necessário que o catequizando faça a confissão dos pecados particularmente com o sacerdote, o que irá se repetir sempre que, o já catequizado, peque gravemente, para assim tornar a receber a Sagrada Eucaristia.

 

COORDENADORES: Celso e Rose Peres

Confissões

De segunda a sexta-feira
11:00
12:00
De segunda a sexta-feira
16:00
17:00